O que é um Mapa Arquetípico? Entenda e Descubra a Influência dos principais Arquétipos

Atualizado: Jan 10



Você sabe quais são os 22 principais Arquétipos que regem sua vida?


O problema que mais encontramos quando as pessoas vão tentar descobrir qual Arquétipo mais lhe influenciam, é que muita gente acaba misturando diferentes tipologias. Misturam Arquétipos de base com mitologia grega, romana, egípcia. Misturam os Arquétipos com animais de poder e acabam não chegando à lugar algum.

Como pode uma pessoa viver o Arquétipo da águia, outra viver o Arquétipo do inocente e outra viver o Arquétipo da deusa Ártemis, por exemplo?


São informações que não se conversam, concorda? Não se conversam porque se tratam de diferentes tipologias. Você pode até comparar diferentes mitologias com Arquétipos e animais de poder. Mas se você é um iniciante no assunto ou está tentando entender qual Arquétipo conduz sua vida, pode acabar se confundindo com tantas informações misturadas.


O Psicólogo Carl Jung, por exemplo, trabalha 8 tipos de personalidade em sua tipologia. O eneagrama fala de 9 tipos de personalidades. Já a autora Carol Pearson, que desenvolveu o seu trabalho tendo como base as obras de Jung, Campbell e James Hillman, trabalha 12 Arquétipos como os principais da psique humana. Como acreditamos que o conhecimento sobre os Arquétipos pode e deve ser constantemente desenvolvido - como tudo o que existe - e pensando na confusão que a mistura de diferentes tipologias pode gerar, vamos trabalhar com uma tipologia própria, unificada, que contempla os 22 principais Arquétipos que o ser humano pode viver durante a sua vida. Depois de mais de 30 anos de estudos e pesquisas nas áreas da saúde, psicologia, ciência, tarot e mitologia, e também baseada nos trabalhos originais de Carl Jung, James Hillman, Joseph Campbell, Carol Pearson e Hélio Couto, a Dra. Mabel Cristina Dias desenvolveu (juntamente com seu parceiro de trabalho, Lucca Ferronatto) um estudo completo dos principais Arquétipos que regem a mente e a alma humana.

Não significa que a nossa tipologia seja mais ou menos completa do que todas as outras tipologias existentes.


Apenas unificamos todo o conhecimento dos Arquétipos em um único grupo, através de um novo olhar mais abrangente que contempla os 22 principais Arquétipos que o ser humano pode viver durante a sua vida.


A regência dos Arquétipos



Esses 22 Arquétipos são vividos por todos os seres humanos, seja em um único dia, seja em diferentes fases de sua vida.


Todos nós somos regidos a vida inteira por um ou dois Arquétipos, o que pode ser evidenciado pela maneira como pensamos, sentimos e nos comportamos.


Uma pessoa pode ser mais influenciada por um determinado Arquétipo e atingir a plenitude nele, tendo uma vida repleta de realizações.


Outra pessoa pode não ter quase nenhuma influência deste mesmo Arquétipo, e desejar ativá-lo em si para obter uma melhor performance na vida.


Uma terceira pessoa pode ser influenciada fortemente por este Arquétipo, mas por questões de resistência interna, não está vivendo esse Arquétipo de forma plena. E essa relutância, em viver o que ela trouxe como programa nesta existência, lhe causa muitos transtornos.


Sabendo que grande parte de seus problemas cotidianos residem aí, essa pessoa pode querer trabalhar essa resistência, conhecer melhor esse Arquétipo, e ativá-lo em sua vida para alcançar melhores resultados e mais felicidade.


Os principais tipos arquetípicos


De forma resumida hoje, os 22 Arquétipos são:

  • O Arquétipo do Sábio, que é aquele que viveu muito, aprendeu com os seus erros e acertos e se tornou um sábio;


  • O Arquétipo da Mãe, que carrega características como a maternidade, a nutrição do mundo e a criatividade;


  • O Arquétipo do Amante, que é aquele que se apaixona, que está sempre amando, trocando com os outros seres, aquele que encontra sua paixão e vive por ela. Seja ela um amor, ou um ideal;


  • O Arquétipo do Líder, que tem a habilidade para conduzir pessoas, atraindo seguidores e os influenciando de forma positiva;


  • O Arquétipo do Mestre, que é aquele que busca se conectar com o divino ou com o extraordinário e transmite seus conhecimentos divinos aos outros;


  • O Arquétipo do Herói, que é aquele que está sempre explorando a vida como um guerreiro, sempre participando de jornadas heróicas e trazendo luz às outras pessoas;


  • O Arquétipo do Justo, que busca sempre pelo o que é certo e justo, visando a ordem do mundo;


  • O Arquétipo do Puro, que carrega características como inocência, simplicidade e confiança;


  • O Arquétipo do Afortunado, que rege a bem-aventurança, a sorte e as oportunidades de sucesso;


  • O Arquétipo da Coragem, que tem a força para dominar seus próprios instintos, integrar sua sombra e se tornar mestre da sua própria vida;


  • O Arquétipo do Curador, que é aquele que encontra o seu lugar na vida e cura o mundo através de si mesmo;


  • O Arquétipo do Rebelde, que fala sobre viver no mundo, mas sem se deixar dominar por ele. Aquele que observa a vida por uma perspectiva diferente;


  • O Arquétipo do Revolucionário, que é aquele que elimina aquilo não lhe serve mais, finalizando ciclos e iniciando novas jornadas;


  • O Arquétipo do Mediador, aquele que é equilibrado, e por isso tem o poder de harmonizar as pessoas e as situações;


  • O Arquétipo do Hedonista, cuja atenção está voltada a vivenciar o prazer, seja através da aquisição de bens materiais, da sexualidade ou da diversão;


  • O Arquétipo da Sacerdotisa, que aponta para o sagrado feminino, à gestação e a conexão do aspecto feminino (yin) com o inconsciente;


  • O Arquétipo do Desapego, que forma a personalidade de pessoas que podem se vitimizar com as situações que a vida lhe traz, mas também tem o poder de se desapegar de todas as suas crenças limitantes e viver a eterna impermanência da vida;


  • O Arquétipo do Artista, aquele que está profundamente ligado à noite, à intuição e tem criatividade plena. É a personalidade introspectiva;


  • O Arquétipo do Luminoso, que é aquele que faz as pazes com a sua infância e o seu passado, e se permite iluminar o seu próprio caminho diariamente. É o arquétipo da consciência;


  • O Arquétipo do Mago que fala sobre despertar, tomar iniciativa e transformar a realidade;


  • O Arquétipo da Ressurreição, que é o das pessoas que buscam a espiritualidade e a transcendência, pessoas que aceitam o chamado do divino;


  • O Arquétipo do Integrado: que rege as pessoas que já integraram os seus aspectos masculino e feminino, o espírito e a matéria, e por isso fluem com a vida.


Essa é uma visão geral dos 22 Arquétipos que selecionamos para criar O Mapa Arquetípico Humano. Esse mapa serve como guia para aqueles que estão verdadeiramente interessados em crescimento, autoconhecimento e evolução.


Esse conhecimento é capaz de levar você, de um estado onde predominam os condicionamentos limitantes de suas crenças, passando pela integração de sua Sombra com sua Essência Luminosa, e finalmente, a realização do seu potencial de vida, permitindo que você seja o que veio ser, que desfrute de uma existência feliz e plena.


É bom lembrar que a descrição de todos os 22 Arquétipos com seus aspectos luz e sombra, será um trabalho para os próximos artigos, onde em cada um, abordaremos em detalhes cada Arquétipo, para que você consiga identificar o quanto desse Arquétipo está presente em sua vida ou o quanto ele influencia você diretamente.


Não se preocupe em entender os 22 de primeira, o que fizemos hoje foi introduzir esse conhecimento com uma breve explicação, para que você comece a entender sobre este mundo fantástico dos Arquétipos.


Reflexão



Queremos que você conheça a fundo todas as características de cada um desses Arquétipos: seus aspectos luz, seus aspectos sombra e, finalmente, comece a identificar quais deles regem sua vida desde o seu nascimento ou quais deles você gostaria de desenvolver daqui pra frente.

Esses 22 Arquétipos são os modelos psíquicos que os seres humanos vivem, são guias interiores. Portanto você não verá aqui símbolos como águia, coruja, deuses gregos ou romanos.


Neste espaço vamos trabalhar além dos símbolos, vamos entender quais são os Arquétipos de base que influenciam a sua mente e quais pensamentos, emoções, sentimentos e atitudes eles despertam em você, com todos os resultados práticos que advém disso.


Se você quiser conhecer cada um desses Arquétipos e, principalmente, aplicar na prática todo esse conhecimento na sua vida, inscreva-se no nosso canal do YouTube e acompanhe os vídeos que já postamos e ainda postaremos!


Se deseja receber mais informações sobre esse tema, se inscreva para receber conteúdos em primeira mão.


Se quiser fazer seu Mapa Arquetípico, acesse o link: https://www.artetipos.com/garantirmeumapa


Abraços fraternos,

Mabel C. Dias.

2,882 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Grey Instagram Ícone

© 2019 Artétipos - MABEL C. DIAS CONSULTORIA EPP - Todos os direitos reservados.

| Fale conosco - contato@artetipos.com | Tel: (11) 9.4240-0110