O Arquétipo do Desapego e a Atitude de Soltar



O arquétipo do Desapego simboliza a atitude de soltar. E o que é soltar? É a decisão de não colocar pressão sobre aquilo que queremos manifestar na vida.


Quando temos ansiedade para que algo aconteça, acabamos por atrasar ou até mesmo anular sua manifestação.

Quando soltamos o que queremos e deixamos as coisas fluírem, paradoxalmente, elas surgem na realidade material. Por isso o soltar é a atitude mais poderosa que podemos ter.

Quando confiamos que tudo acontece para o bem maior e aprendizado de todos, não há outra atitude a tomar a não ser soltar. E isso não significa não fazer nada, ficar de braços cruzados vendo a vida passar, pelo contrário, fazemos nossa parte e depois relaxamos.


Podemos ficar com uma leve expectativa alegre, mas devemos evitar a ansiedade. Se aquilo que desejamos for o melhor para nós e para todos os envolvidos, acabará acontecendo no devido tempo.


Podemos desejar algo e trabalhar por ele, mas nossa felicidade não pode depender dos resultados. Pois a felicidade real não depende de nada externo, é um estado interior de satisfação com a vida.

Da mesma forma, desapegar-se de alguém não significa que devemos deixar de amar ou ajudar, apenas que não devemos tentar reter essa pessoa. O amor verdadeiro é um sentimento que liberta.


Todos nós, em algum momento da vida, nos sentimos órfãos, vítimas das pessoas e do destino. Acreditamos que a vida nos deve algo.


Isso só acontece porque estamos apegados à ideia de como as coisas deveriam ser e não como elas são de verdade. Quando nos desapegamos de tudo, o sofrimento termina e tudo começa a fluir.

Quem na vida já passou por uma profunda crise existencial talvez se lembre: a mudança para melhor iniciou-se exatamente na fase em que se parou de lutar. Parar com esta luta sem sentido, viver o momento, seguir o fluxo da vida – isso significa wu wei.


A tradução para essa expressão é: "não fazer nada", "não agir". Isto não significa de maneira alguma que devemos ser indolentes, indecisos ou indiferentes, mas sim que em nossas decisões não devemos ir contra o fluxo da vida.


O arquétipo do Desapego nos diz que é só quando perdemos o medo que conhecemos a liberdade.





Aspectos Luz do Desapego


Aqueles regidos por esse arquétipo são pessoas que sentem a dor, mas estão livres do sofrimento. Acreditam na sabedoria e no fluxo da vida, e são humildes em relação à inteligência que comanda o Universo.


Planejam e trabalham por aquilo que querem, mas estão desapegadas dos resultados. São persistentes, mas não criam expectativas exageradas. Não colocam pressão nas situações ou nas pessoas.


São honestas consigo e com os demais, além de serem disciplinadas e pacientes. São leais aos seus princípios e valores. São flexíveis ao mesmo tempo que são íntegras. Possuem personalidade marcante pelo alto grau de presença.





Aspectos Sombra do Desapego


Quando em desequilíbrio, aqueles regidos por esse arquétipo podem agir com apego, demonstram ansiedade e vivem com a sensação de solidão constante em suas vidas.


Isso pode resultar em um quadro de depressão, autodestruição e autocobrança.


Passam a ser conformistas, quando não, pessimistas. Podem apresentar raiva com uma certa frequência. Tornam-se pessoas que se abraçam à posições de vitimismo e fatalismo, não tomando a responsabilidade.




Reflexão



Sendo as suas virtudes o desapego, a fluidez e a confiança na vida, esse arquétipo tem como afirmação a seguinte frase: “Tudo o que acontece em minha vida é para melhor. Desapego-me das crenças, posses, certezas, expectativas e de tudo o que não tenho controle, para viver a liberdade que só a incerteza da fé na vida pode me proporcionar”.


Suas representações se fazem presentes em inúmeras culturas, nas mais diversas épocas e locais. As mais conhecidas são a Torre de Babel, o Labirinto de Minos, Prometeu e Oxalá.


Gostou do artigo? Temos um vídeo no YouTube sobre ele também, não deixe de conferir!


Para você descobrir qual é o seu Arquétipo regente e como ativar outros Arquétipos, inclusive o do Desapego, você pode fazer o Mapa Arquetípico®. Com este instrumento, você poderá ter conhecimento sobre os aspectos luz e aspectos sombras do seu arquétipo regente.


Se quiser fazer seu Mapa Arquetípico®, acesse o link:

https://www.artetipos.com/euqueroomapaarquetipico



E se deseja receber mais informações sobre esse tema, se inscreva para receber conteúdos em primeira mão.


Abraços fraternos,

Mabel C. Dias

1,171 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Grey Instagram Ícone

© 2019 Artétipos - MABEL C. DIAS CONSULTORIA EPP - Todos os direitos reservados.

| Fale conosco - contato@artetipos.com | Tel: (11) 9.4240-0110