Arquétipos na Profissão: Um Guia Infalível



Será que você escolheu a profissão certa para você?


Essa é uma dúvida que muitas pessoas tem e que pode ser a sua também.


A incerteza sobre nossas escolhas profissionais, mais dia menos dia, nos causa inquietação e insegurança. Isso porque a atividade profissional não é apenas uma forma de ganhar dinheiro, mas também um maneira de expressar no mundo nossos talentos e capacidades. É uma das formas de nos realizarmos na vida.


E por que é tão importante acertar na escolha da profissão?


As razões são várias; porém, as principais consequências de não escolhermos bem a atividade profissional que vamos exercer pelos próximos anos são:


  • Baixa remuneração;

  • Frustração constante;

  • Estagnação profissional;

  • Adoecimento.


Ou seja, a escolha errada da profissão acaba interferindo em todas as áreas da vida, direta ou indiretamente.


E como nós podemos resolver essa questão?


O primeiro passo é olhar para as raízes do problema.


Normalmente, escolhemos a nossa profissão ainda muito jovens, quando estamos cursando o ensino médio. Mas, quantas pessoas, nessa faixa de idade, tem maturidade suficiente para escolher o que farão profissionalmente pelo resto de suas vidas ou pelo menos até se aposentarem (quando isso é possível)?





As Incertezas


“Qual dessas profissões é a melhor para mim?”, “Qual delas me dará mais dinheiro?”, “E se eu escolher a profissão errada?” Essas são algumas das perguntas (todas elas são repletas de aflições) que os jovens podem se fazer no momento de escolher uma profissão.


É totalmente visível o despreparo e, muitas vezes, a falta de conhecimento sobre o mercado profissional. Tudo isso somado à pressão executada por uma sociedade globalizada que exige respostas rápidas das pessoas.


A escolha da profissão se relaciona com um certo período de transição da vida de uma pessoa, sendo este marcado por fortes crises e mudanças - seja a adolescência, uma época de desemprego ou outras grandes dificuldades que podem aparecer, como essa que estamos vivendo.


Nesse momento, quando a pessoa vai fazer a sua escolha, pode ser influenciado por alguns fatores.


1. Busca pelo dinheiro: na sociedade materialista em que vivemos, isso conta muito.Cada vez mais frequente se escolher a carreira do momento, as profissões do futuro.


2. Por influência dos pais: ainda é muito comum os pais “forçarem uma barra” sutil ou abertamente, indicando profissões que julgam ter mais status ou para dar continuidade a uma linhagem profissional na família (médicos, advogados, engenheiros, etc).


3. Influência dos Ídolos: pode ser um ídolo na música, no esporte, na tecnologia. Muitas vezes nos espelhamos na vida glamurosa de celebridades, e acabamos buscando a fama que conquistaram como caminho profissional.


4. Para ajudar a curar a própria dor: algumas pessoas como, por exemplo, psicólogos ou médicos, podem buscar (inconscientemente) através do atendimento de outras pessoas que sofrem, curar a própria dor física ou emocional.


5. Para expressar seus talentos: uma minoria escolhe a profissão de acordo com a sua própria essência, conforme seus talentos e aptidões. É o caso daquele jovem que já sabe desde cedo o que quer, sente que aquela profissão é um portal para que ele se expresse e traga mais harmonia, felicidade, paz e prosperidade, para si mesmo e para o mundo.


Cada ser humano nasce com certas habilidades e talentos, através dos quais pode ser realizar profissionalmente. Geralmente são múltiplos talentos - mas existe aquele que se sobressai. E isso é influenciado pelo arquétipo que lhe rege.


Quando dizem “Nossa, aquela pessoa nasceu para fazer isso”, isso indica no fundo que ela está alinhada com forças arquetípicas inconscientes, tendências natas que ela está vivendo plenamente, sem colocar empecilhos.


Os arquétipos são forças vivas, energias, que trazem determinadas visões de mundo para nós. Para entender de forma simples o que são os arquétipos, é só clicar no link abaixo.



Quero ler o artigo A Força Oculta dos Arquétipos



Vou dar um exemplo: a pessoa regida pelo arquétipo do Curador sentirá uma necessidade enorme de cuidar do outros, de curar e harmonizar as situações.


Aquele que vive o arquétipo do Afortunado consegue perceber as oportunidades de multiplicar a riqueza, os bens materiais e é próspero em tudo o que faz. Para ele é fácil, emana a energia de prosperidade para o mundo, e isso retorna na forma de bens materiais, saúde e alegria.


Todos nós nascemos com óculos diferentes com os quais enxergamos o mundo (arquétipos) e isso influencia nossas ações, gerando padrões de comportamentos e, por consequência, os resultados que temos na vida.


Alguém regido pelo arquétipo do Mago, que é por natureza um excelente comunicador, gosta de transformar o meio onde vive, ele faz a “magia” acontecer.


Como isso funciona? Ele tem uma ideia e já a coloca em ação, porque é proativo, tem uma tremenda força de trabalho e poder pessoal.


Esse comportamento é resultado principalmente da força arquetípica que está agindo sobre essa pessoa.


Você consegue entender a importância de identificar quais as forças arquetípicas, quais as visões de mundo que você e seus filhos têm? É porque assim vocês podem trilhar caminhos de menor resistência e serem o melhor que podem ser.


Se você descobrir o arquétipo que lhe rege e aprender a extrair o melhor dele, terá uma enorme força lhe impulsionando. Mas é preciso querer e se dedicar a isso, porque a vida é feita de vivências, não de teorias.


Você pode viver esse arquétipo no máximo de sua capacidade e ter os resultados que sempre desejou.


Você sabia que, segundo o IBGE, em 2020 a taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,9%, ou seja, o país perdeu cerca de 7,8 milhões de postos de trabalho?


Isso indica que o número de empregados com a carteira assinada caiu e, pela primeira vez, menos da metade da população em idade para trabalhar tem alguma ocupação.


Em contrapartida, o Brasil atingiu uma marca histórica de empreendedorismo - de acordo com o último levantamento do GEM (Global Entrepreneurship Monitor).


Por conta da crise que enfrentamos devido ao COVID-19, muitas pessoas estão recorrendo ao empreendedorismo como uma renda alternativa, tentando sobreviver a esta época de incertezas em que estamos.


Essas pessoas passam a trabalhar naquilo que antes talvez fosse somente um hobbie para ter uma fonte de renda. Mas, por que não tornar aquilo que você ama fazer em sua principal fonte de renda?


Por que não fazer desse momento difícil a oportunidade de fazer aquilo que sua Essência pede para que você faça? Seja você um vestibulando ou alguém que perdeu o emprego recentemente, isso é possível com autoconhecimento e uma boa análise sobre o mercado.





O Caminho Apontado por Sua Essência



Se você descobrir qual, ou quais são essas forças e se afinizar com elas, explorando-as da melhor forma, você entra em um trilho de maior facilidade na vida. A partir desse momento, a profissão aparece, quase como um sopro no seu ouvido.


O arquétipo irá lhe intuir em tudo na sua profissão. Você deve imaginar como é frustrante para uma pessoa estar na profissão errada, em um emprego chato que só mantém para sobreviver...


Um parênteses importante: muitas vezes, você não teve a oportunidade de escolher aquela profissão que faz o teu olho brilhar, aquilo que você ama e sabe fazer...e então você se frustra.


O que fazer, então?


Primeiro, descubra quais arquétipos estão regendo a sua vida, quais suas características e quais profissões se alinham melhor a eles.


Segundo, se capacite - adquirira conhecimentos e capacidades relacionados ao arquétipo - e migre lentamente para a área que você tem mais afinidade. É preciso mudar a consciência (interior) antes de mudar de profissão (exterior). Assim evitará tomar decisões precipitadas e não sofrerá as consequências de uma mudança apressada.


Será que isso é mesmo possível?


Sim, é possível! Tudo é possível quando se tem o conhecimento de si mesmo e das influências às quais estamos expostos.


Quando você possui conhecimento, clareza e dedicação, você é capaz de tudo, até mesmo mudar de profissão, em qualquer época da vida!


Terceiro, seja grato(a)! Para que essa migração profissional ocorra de maneira harmoniosa, o melhor é você valorizar aquilo que você vem fazendo no momento, a atividade profissional que lhe proporcionou dinheiro, conforto e experiências até agora.


Abençoe o que faz e as pessoas com as quais se relaciona no seu trabalho. Faça o seu melhor enquanto ainda está ali.


Você tem que amar o que faz, porque tudo torna você uma pessoa mais capacitada e forte.


Amar é uma escolha.


Se você se interessar e procurar se desenvolver naquilo que faz, não há chefe chato ou colega de trabalho complicado que irão “azarar” a sua vida.


É uma escolha diária, sair de casa com um sorriso no rosto, preparado para fazer aquilo por amar o que faz.


Automaticamente, você se destacará em seu trabalho, melhorará os seus relacionamentos dentro de empresa. Paralelamente, você pode se capacitar e migrar para outra profissão.


Mas, lembre-se: a troca de carreira pode se dar por opção ou por imposição, seja por conta de uma nova dinâmica no mercado, pela inserção de uma nova tecnologia, uma remodelação na empresa para a qual você trabalha...é importante manter em mente quais são as suas qualidade e competências, e onde você pode exercê-las.





Trabalhar com Propósito


Perceba ou não, você busca constantemente por sentido na vida. Você pode trocar de empresa ou de emprego como uma forma de buscar incessantemente aquilo que faz a sua vida ter sentido. Portanto, o trabalho precisa sim ter sentido de vida - não só para quem o executa, mas também para quem o recebe.


Seria muito mais tranquilo pensar sobre as escolhas profissionais se elas girassem em torno do senso de coletividade. A pergunta correta seria: “O que eu tenho de maior qualidade que posso desenvolver e devolver para o mundo?”


O trabalho é realização para a sua alma e também uma realização social. Então, a pergunta é: como posso me realizar e contribuir para gerar mais valor para as pessoas, e criar um mundo melhor?


Esteja no emprego que for, dê sempre o seu melhor. A sensação de impecabilidade que isso causa será combustível para atrair novas oportunidades. Esse é o segredo!


Percebeu a importância que o autoconhecimento tem na escolha pela profissão?


Eu criei uma ferramenta que pode lhe ajudar a se conhecer e desenvolver seu potencial. Essa ferramenta é o Mapa Arquetípico®.


Ao realizá-lo, você receberá um gráfico que revela quais as maiores e menores influências arquetípicas que tem em sua vida e se a sua profissão condiz com o arquétipo que você está vivendo.


É urgente que você se conheça.


Todos os jovens, antes de fazer as suas escolhas profissionais - na época de ensino médio, do vestibular - poderiam fazer um teste como esse para já ingressarem em uma atividade que está ressoando com a sua Essência. Não seria maravilhoso colocar no mercado profissionais cuja excelência vem de suas almas?


E tenha certeza que, quando você está na profissão correta e alinhado(a) com as suas capacidades e talentos natos, você passa a sentir tão feliz e alegre que a sua carreira decola.

Sabe aquela pessoa que acorda entusiasmada de manhã e diz: “Que bom, mais um dia!". Para ela o trabalho não é um sacrifício, é sim a expressão da sua alma (e ainda recebe por ela!).


Você acorda de manhã cheio(a) de energia, e isso atrai outras oportunidade de negócio e de trabalho. Então, entra mais dinheiro...a sua vida fluirá de uma maneira incrível.


Lembra de uma coisa: passamos pelo menos 8 horas por dia no trabalho.


É de extrema relevância que todos percebam o quão importante é fazer tudo com muito amor e buscar realizar nosso sonho.


Estamos em uma época em que é exigido de cada uma maior adaptabilidade.


Muitas vezes você não consegue fazer o que ama agora porque precisa sobreviver, mas deve enxergar as oportunidades que aparecem em sua vida, pois elas podem servir de trampolim para você fazer aquilo que ama.


Sem autoconhecimento, sem saber quem você é e aquilo que faz os teus olhos brilharem, e as influências com as quais você já nasceu, ficará mais difícil.


Você viverá na incerteza, no jogo doloroso de erros e acertos e a felicidade estará cada vez mais distante da realização.


A vida passa rápido demais para ser desperdiçada com o resultados de escolhas equivocadas.


A verdade é : nós nascemos sob a influência de forças arquetípicas.


Às vezes já as carregamos de outras eras - muitas vezes as pessoas seguem profissões que já seguiram antes em outras vidas.


Mas também existe a possibilidade de chegarmos “zerados” nesta nova encarnação, com um novo arquétipo que a nossa alma deseja viver. Por conta disso, precisamos descobrir qual é este arquétipo.





Reflexão



Para aqueles que estão escolhendo a sua profissão, sejam jovens que prestarão o vestibular ou pessoas que perderam o seu emprego e precisam rever o aspecto profissional de suas vidas...façam os seus Mapas.


Nele você encontrará um tesouro: quem é você e o que você está vivendo nesse momento. Isso não significa que você viverá somente uma coisa o resto de sua vida. Muitas vezes, há diversos arquétipos que você trabalhar e desenvolver, tendo assim novas experiências e vivências.


Ao encontrar a sua veia, consequentemente tudo se expande. Você poderá fazer diversas outras coisas, migrar para outra profissão ou atividade.


Acredito fielmente que devemos trabalhar até o último dia. Essa é a minha proposta de vida, morrerei trabalhando pois trabalho para mim não é problema, não é sacrifício, mas sim quem eu sou. É poder trazer ao mundo os meus talentos e ainda ser recompensada por isso.


Você só encontrará alegria de estar no seu trabalho, de fazer o que você faz, quando você encontrar um propósito. Esse propósito pode ser um propósito genérico (por exemplo, querer ajudar o mundo) ou único, da sua vida, que é encontrado por meio do autoconhecimento.


O Mapa Arquetípico® é uma excelente oportunidade de se conhecer mais profundamente. Com essa ferramenta você poderá ter conhecimento sobre como viver os aspectos- luz do seu Arquétipo regente e como trabalhar os aspectos sombra que cria ao negá-lo.


Se quiser fazer seu Mapa Arquetípico®, acesse o link:

https://www.artetipos.com/euqueroomapaarquetipico


E se você deseja receber mais informações sobre esse e outros importantes temas, inscreva-se para receber conteúdos em primeira mão.


Abraços fraternos,

Dra. Mabel C. Dias

327 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Grey Instagram Ícone

© 2019 Artétipos - MABEL C. DIAS CONSULTORIA EPP - Todos os direitos reservados.

| Fale conosco - contato@artetipos.com | Tel: (11) 9.4240-0110